BLOGS DO PORTAL TERRAS POTIGUARES NEWS

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Jovens mortos em confronto com a PM nas Quintas são identificados

Um deles é um adolescente de 16 anos e outro era da cidade de Assu.

Portal BO

Os quatro jovens mortos durante uma operação policial, nesta quinta-feira (30), foram identificados. Eles foram baleados ao reagirem à prisão, atiraram contra policiais, fugiram, mas foram baleados e capturados, quando estavam escondidos dentro de um mangue. Entre os mortos, está um adolescente de 16 anos.

Os mortos foram identificados como: Pablo Hamilton Silva Filgueira, de 20 anos; Joanilson do Nascimento, de 18 anos; Kleber Manoel Nogueira, de 30 anos; e o adolescente Pablo Naoan Soares da Silva, de 16 anos.

De acordo com a polícia, Kleber Manoel é o único que não era de Natal. Ele era da cidade de Assu. Os quatro estavam em uma casa no bairro das Quintas, onde a polícia apreendeu três pistolas, sendo uma pertencente à Polícia Militar, cinco revólveres e aproximadamente três quilos de maconha.

A ação se deu na rua Rio Potengi. Outros dois homens foram presos. A operação, que teve grande perseguição pelo mangue, contou com presença do BPChoque, BOPE, Corpo de Bombeiros e da equipe do Potiguar 01, helicóptero da Secretaria de Segurança, que auxiliaram no resgate.

DOIS JOVENS SÃO ASSASSINADOS NO PAJUÇARA

Vítimas foram surpreendidas por dupla de motoqueiros.

Fotos: Sérgio Costa / Portal BO

Dois jovens foram mortos na noite desta quinta-feira (30), na Rua Tancredo Neves, no bairro Pajuçara, zona Norte de Natal. Isack Alves da Silva, de 19 anos, e Janderson do Nascimento Felício, de 17anos, conversavam na esquina quando foram surpreendidos por dois atiradores que chegaram em uma motocicleta. De acordo com testemunhas, que preferiram manter o anonimato, as vítimas depois de baleadas ainda tentaram correr, mas os atiradores agiram rapidamente usando duas pistolas.

Segundo o delegado Roberto Andrade, da Dehom (Delegacia Especializada em Homicídios), a polícia terá grandes dificuldades para elucidar o crime em curto tempo e o motivo é a ausência de testemunhas que possam depor. “Entendo que essa lei do silêncio é motivada pelo medo e esse medo não permite que as pessoas colaborem com a polícia, no entanto terei que intimar algumas pessoas para que possamos dar um norte nas investigações. A priori duas linhas são muito fortes, a questão da guerra do tráfico e de gangs rivais”, disse.

Os pais do adolescente Jandson do Nascimento estiveram no local do crime e revelaram para a polícia que o filho foi apreendido por porte ilegal de arma há dois meses e que vivia envolvido com pessoas erradas. O casal preferiu não conversar com a imprensa. O delegado ainda fez um pelo para quem puder ajudar a polícia nas investigações sobre o crime, ligar para o disk denúncia no telefone 181 ou o para o Ciosp, no 190.

Quem sou eu

Minha foto
AMO A NOSSA QUERIDA E AMADA CIDADE DE APODI, ACHO QUE SOU O BLOGUEIRO MAIS NOVO DO RIO GRANDE DO NORTE, COM APENAS 7 ANOS, CRIEI O BLOG LUIZ FELIPE